SEO: tudo que você precisa saber para uma gestão de leads eficaz

05 fev 2018 Lead Force

O SEO (Search Engine Optimization) está cada vez mais na boca do povo. Tanto grandes empresas, quanto pequenas empresas, investem cada vez mais neste sistema de otimização de buscas da internet e que pode beneficiar sua gestão de leads.


Mas você sabe o que SEO? Como funciona? Quais são as suas particularidades?

Calma. Temos as respostas para todas as suas perguntas.

Neste artigo você aprenderá como funciona o SEO, quais são as suas táticas mais usadas e quais são as que mais dão resultados positivos.

Você está pronto?

Confira mais um artigo que a Lead Force preparou para você:

O que é SEO?

Search engine optimization ou SEO em, é um conjunto de regras que podem ser seguidas pelos proprietários do site (ou blog) para otimizar seus sites para os motores de busca e, assim, melhorar o seu ranqueamento nos motores de pesquisa do Google.

Além disso, é uma ótima maneira de aumentar a qualidade de seus sites, tornando-os fáceis de usar, mais rápidos e fáceis de navegar.

Por que SEO é importante?

No mercado competitivo de hoje, o SEO é mais importante do que nunca. Os motores de busca atendem a milhões de usuários por dia procurando respostas para suas perguntas ou soluções para seus problemas.

Se você tem um site, blog ou loja online, o SEO pode ajudar sua empresa a crescer e atingir os objetivos comerciais.

Otimização do mecanismo de pesquisa é essencial porque:

A maioria dos usuários de motores de busca tem mais chances de clicar em uma das 5 melhores sugestões nas páginas de resultados.

Para aproveitar isso e ganhar visitantes em seu site ou clientes em sua loja online, você precisa ficar sempre no topo das pesquisas.

SEO não é apenas sobre motores de busca, mas boas práticas de SEO melhoram a experiência do usuário e a usabilidade de um site.

Os usuários confiam nos motores de busca e ter presença nas principais posições para as palavras-chave que o usuário está procurando, aumenta a confiança do site.

O SEO é bom para a promoção social do seu site. As pessoas que acham seu site pesquisando no Google ou no Yahoo são mais propensas a promovê-lo no Facebook, Twitter, Google+ ou outros canais de mídia social.

O SEO é importante para o bom funcionamento de um grande site. Sites com mais de um autor podem se beneficiar do SEO de forma direta e indireta.

Seu benefício direto é aumentado no tráfego do motor de busca e seu benefício indireto é ter uma estrutura comum (listas de verificação) para usar antes de publicar conteúdo no site.

O SEO pode colocá-lo na frente da competição. Se dois sites estiverem vendendo o mesmo, o site otimizado para o mecanismo de busca é provavelmente terá mais clientes e fará mais vendas.

Uma introdução ao SEO para iniciantes

Para iniciantes em SEO, a definição acima pode parecer complicada, em termos mais simples, o Search Engine Optimization é uma maneira de melhorar o seu site para que ele apareça mais próximo das principais posições nos resultados de pesquisa do Google, Yahoo, Bing ou outros mecanismos de busca.

Quando você faz uma pesquisa no Google (ou em qualquer outro mecanismo de pesquisa), a ordem pela qual os resultados são exibidos é baseada em algoritmos complexos.

Esses algoritmos tomam em consideração uma série de fatores para decidir qual página da Web deve ser exibida em primeiro lugar, segundo lugar etc.

A otimização do seu site para motores de busca proporcionará uma vantagem sobre os sites não otimizados e aumentará suas chances de se classificar mais alto.

O bom conteúdo ainda é o fator de sucesso mais importante com ou sem SEO

Antes de fechar esta introdução à otimização do mecanismo de pesquisa, você deve ter claro em sua mente que o SEO não pode ajudá-lo se você não tiver um bom conteúdo.

Em outras palavras, se você tentar SEO para o site com conteúdo não muito bom, suas chances de sucesso (a longo prazo) são mínimas.

Por outro lado, um site com bom conteúdo pode fazer bem com ou sem SEO. O SEO apenas dará ao site um impulso extra.

SEO é uma obrigação para cada propriedade da web

Para resumir, Search Engine Optimization ou SEO é uma maneira de otimizar o seu site para que os motores de busca o entendam melhor e lhe dê rankings mais elevados.

É importante, uma vez que uma boa abordagem de SEO pode gerar mais tráfego para seu site, blog ou loja on-line e ganhar mais clientes, fazer vendas e cumprir sua finalidade comercial.

12 Estratégias para Você Melhorar o SEO do seu Site.

Se você já tem um site e quer apenas melhorar ou se aprofundar mais no SEO, separamos este tópico especialmente para você. Confira:

1. Otimize seu site para pesquisa e navegação para dispositivos móveis:

A otimização móvel tem sido importante há anos. No entanto, em outubro de 2016, o celular ultrapassou a área de trabalho com contabilidade móvel e tablet para 51,3% de toda a navegação na web.

Por volta desse mesmo período (novembro de 2016), o Google lançou seu primeiro índice móvel.

Anteriormente, o Google rastreava a versão de desktop de um site, usando isso como seu principal índice de mecanismos de pesquisa.

No entanto, com esta atualização, o Google agora começou a usar a versão móvel de um site como seu índice primário.

Isso significa que você deve priorizar o seu site móvel e conteúdo móvel. Para mais informações, fique ligado no site que logo disponibilizaremos um artigo completo sobre as mudanças nos padrões de pesquisa da Google.

2. Faça bastante link-building:

Os links foram o driver mais importante dos rankings há anos. O Google confirmou que eles são um dos três principais fatores de classificação (juntamente com o conteúdo e RankBrain), e vários estudos de fator de classificação confirmaram isso.

Um estudo recente de pessoas no Stone Temple parece indicar que os links são ainda mais poderosos do que pensávamos.

No entanto, eles também descobriram que os links por si só não são suficientes para resgatar conteúdo de baixa qualidade.

Nosso conselho? “Se o seu conteúdo não é relevante ou competitivo, os links não ajudarão sua classificação, se for, os links farão a diferença”.

3. Otimize a busca por voz:

De acordo com o Relatório de Tendências da Internet 2016 da KPCB, as consultas de pesquisa por voz aumentaram mais de 3500% desde 2008 e mais de 700% desde 2010.

É apenas uma questão de tempo antes de atingir essa marca de 99%. Prepare-se agora, otimizando seu conteúdo para a busca por voz.

4. Otimize para respostas ricas nas pesquisas:

A partir de 2015, as respostas ricas foram exibidas por quase 20% de todas as consultas. Esse número provavelmente será significativamente maior em 2017.

Se você quiser que o seu conteúdo se mostre para questões comuns relacionadas à indústria, é vital que otimize intencionalmente essas consultas.

Há várias maneiras de você fazer isso, incluindo fazer a pergunta explicitamente em seu conteúdo, incluindo uma resposta direta seguida de informações de backup mais detalhadas, usando listas e criando páginas de perguntas e respostas.

5. Considere um uso mais curto das suas URLs:

O uso de URLs descritivos e relevantes para palavras-chave tem sido uma estratégia de SEO efetiva por anos.

No entanto, algumas pesquisas parecem indicar que o uso de URLs mais curtos pode realmente levar a classificações mais altas.

Embora não haja um número definido de palavras que você deve incluir, o Google indicou que as cinco primeiras palavras não receberão tanto crédito.

Sempre que possível, use suas palavras-chave principais nas primeiras palavras do seu URL e tente manter seu URL inteiro em torno de cinco palavras no total.

6. Otimização local é uma obrigação:

Dado o movimento para uma mentalidade de primeiro plano móvel, não é nenhuma surpresa que muitos especialistas estão colocando maior ênfase na busca local hoje em dia.

Se você possui um componente local para sua empresa, otimizar a pesquisa local em 2017 é imperativo.

À medida que mais de seus clientes se voltam para o celular para encontrar empresas locais, produtos e informações, encontrar-se para palavras-chave locais é uma obrigação.

7. Concentre-se em melhorar a experiência do usuário:

Sabemos há anos que fornecer uma boa experiência de usuário é a chave para os rankings. No entanto, a conexão entre métricas de experiência do usuário (taxas de cliques, taxas de rejeição, etc.) sempre foi bastante indireta.

Um estudo recente publicado no blog Moz mostra uma conexão direta entre altos rankings e superando a CTR esperada de outras páginas nos SERPs.

Em outras palavras, se o seu conteúdo aparecer nos SERPs, mas não supera os outros resultados em termos de cliques, você não pode manter seus rankings por muito tempo.

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer para garantir que suas CTRs permaneçam fortes é otimizar seus metadados para as palavras-chave escolhidas.

Lembre-se: seu titletarget e sua metadescription atuam como sua cópia de anúncio nos SERPs e devem envolver os espectadores e incentivá-los a clicar.

8. Use palavras-chave relacionadas em seu conteúdo:

A pesquisa por palavra-chave ainda é um aspecto extremamente importante do SEO. No entanto, não deve ser sobre encontrar uma ou duas palavras ou frases para usar em seu conteúdo.

Idealmente, procure por frases que estejam semanticamente conectadas ao seu tópico principal.

Por exemplo, se eu estiver escrevendo um blog sobre fazer um bolo de floresta negra, provavelmente eu preciso usar palavras como “cerejas”, “chocolate” e “chantilly”.

Usar essas palavras irá provar ao Google que estou abrangendo abrangendo meu tópico. Isso também significa que eu tenho um artigo muito mais equilibrado e detalhado – o que é ótimo para a experiência do usuário.

9. Escreva um conteúdo mais longo:

Em um recente artigo da Forbes, R.L. Adams escreve: “Os artigos que mais aparecem nas pesquisas mais competitivas, possuem mais de 2.000 palavras”.

“O objetivo não é simplesmente escrever 2.000 palavras de conteúdo divagante. Precisa ser bem escrito para iniciantes, e não pode sair em tangentes. O conteúdo tem que ser focado no leitor”.

Evidências de lado, praticamente todos os estudos realizados até à data mostram correlação entre conteúdo mais longo e classificações mais altas.

Alguns sugerem 1.200-1.300 palavras, enquanto outros dizem que 1500 palavras devem ser o mínimo.

Se você quiser que seu conteúdo seja classificado, sugiro apontar para um comprimento mínimo de 1.200 palavras para postagens de blog padrão e 2.000 palavras + para conteúdo permanente.

10. Acelere seu site:

Durante anos, o Google tem enfatizado a necessidade de ter um site rápido. No entanto, há quem diga que a velocidade do site será um dos principais fatores para os motores de busca em 2018.

Em setembro, o Google enfatizou novamente a importância da velocidade, particularmente em relação aos dispositivos móveis: “Os sites de carregamento lento frustram usuários e impactam negativamente os seus editores”.

Estudando mais sobre o assunto, nós descobrimos que 53% dos sites no Brasil foram abandonados pelo simples fato de demorarem mais de 3 segundos para serem carregados completamente.

Não tem certeza de quão rápido o seu site é carregado? Use o GoogleSpeed ​​Insights e Mobile-Friendly Test para descobrir.

11. Crie autoridade no topo das buscas.

Se você está escrevendo conteúdo abrangente, há uma boa chance de você já conseguir isso.

No entanto, é muito importante para a estratégia não deixar isto muito explicito.

Em uma análise recente de 1 milhão de resultados de pesquisa, Brian Dean, da Backlinko, descobriu que o conteúdo compreensivo superou demais o conteúdo superficial.

Em outras palavras, concentre-se mais na profundidade e amplitude do seu conteúdo e não na contagem de palavras e palavras-chave.

Isso, sem dúvida, será melhor para os rankings, bem como a experiência do usuário.

12. Concentre-se na intenção do usuário

Já falamos sobre a mudança no uso de palavras-chave acima, mas preciso explicar de uma melhor forma.

Uma vez que a relação um-para-um entre palavras-chave e rankings já passou – ou pelo menos foi significativamente diminuída – otimizar a intenção é ainda mais crucial.

Isso significará focar palavras-chave específicas, mas sobre o significado e a motivação por trás dessas palavras e frases.

O que as pessoas realmente procuram quando usam essas consultas? Que frases de cauda longa devo usar para atrair visitantes altamente relevantes?

Em que palavras-chave eu deveria focar para gerar conversões e não apenas tráfego?

Embora nenhuma das estratégias acima seja nova, todos os especialistas concordam que elas podem lhe dar um melhor ranqueamento no anos que estão por vir.

Conclusão:

Agora você já sabe tudo sobre o famoso Search Engine Optimization (SEO).

Neste artigo você aprendeu qual o seu significado, para que ele serve e quais as suas funcionalidades.

Você está pronto para inserir essa belíssima tática para aumentar as visitas no seu site e angariar novos clientes.

Gostou deste artigo? A Lead Force é sinônimo de qualidade quando falamos sobre captação, gestão e conversão de seus clientes.

Nós possuímos o serviço de automação de SEO para o seu site.

Contate-nos através dos nossos canais de comunicação e faça um orçamento.

Nós da Lead Force agradecemos a sua visita. Até a próxima!


Lead Force

A Lead Force é uma empresa de Marketing Digital especializada em Performance com foco em: Captação, Gestão e Conversão de Leads.

       

Receba o nosso conteúdo